Ferroviária Inicia Gravação de Hino do Clube

Após 68 anos de existência, a Associação Atlética Ferroviária (AAF) contará com um hino do clube. Composto por letra e música de Cláudio Fanella, arranjo de Celso Titton e a colaboração do maestro Rinaldo, o hino do clube já está em fase de gravação.

Escrita há dois anos, a letra foi aprovada pela Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo do clube, e conta um pouco da história, como explica Fanella: “Esse hino foi feito de coração e com toda a emoção que se pode ter. Não foi difícil, pois vivi tudo o que está citado na
letra, lembro quando tinham aqueles jogos no maravilhoso campo da Ferroviária, um monte de gente se amontoava para acompanhar”, conta.

“De repente passava o trem no morro, e o maquinista com o braço apoiado do lado de fora, acionava aquele apito do trem, a torcida vibrava”, diz.

“Até hoje me emociono só de lembrar dessa época, era bom demais. Ainda hoje é bom assistir aos jogos, mas não podemos contar mais com o maquinista fazendo festa”, completa.

Segundo o produtor Celso Titton, o diretor social da AAF, Domingos Chavari Neto colaborou para que o hino do clube fosse efetivamente gravado. “O hino é muito bonito, são cerca de 120 batidas por minuto. Inclusive, no Carnaval de 2005 o hino acabou sendo um samba enredo, fez o maior sucesso, mas agora, a diretoria do clube autorizou a gravação”, comenta.

Segundo Chavari, o hino é uma identidade, e após ser lançado, provavelmente durante a festa de Reveillon da AAF, deve ser tocado em todos os eventos do clube. “A Ferroviária merecia um hino, e o Cláudio Fanella o fez com muita beleza. Além do hino da Ferroviária, o Claúdio já elaborou outros como o da Associação Atlética Botucatuense, o hino oficial de Botucatu, dentre outros”, comenta o diretor social.

O playback da música já está pronto, e segundo Titton, a gravação das vozes com os quatro tenores deve ocorrer dentro de 15 dias, na cidade de Jaú. “Provavelmente a gravação deve ocorrer em um teatro em Jaú, e após lançado o hino, farei o registro na Biblioteca Nacional,
localizada no Rio de Janeiro, desta forma o hino fica patenteado”, reitera.

Conheça a letra

Associação Atlética Ferroviária de Botucatu
Expressão da nossa gente
Ferroviários que te deram a luz
És o Gigante da Baixada
Iluminada força que conduz
Dos campos alagados
O sonho brotou
Ferroviária eterna se tornou

És o tricolor da serra
És uma história de amor
Bendita seja tu ó gloriosa
E o teu nome eu levo a onde for
Do alto do morro
No apito do trem
O futuro é agora
A vitória também
Crescer, vencer, crescer
Ferroviária, Ferroviária, Ferroviária de Botucatu

AINDA NÃO É UM SÓCIO?